by Max Barry

Latest Forum Topics

Advertisement

Portugal RMB

WA Delegate: The Imperial Republic of Lusitanialand (elected )

Founder: Platinum bees

Last WA Update:

Board Poll Activity History Admin Rank

Most World Assembly Endorsements: 51st Most Nations: 100th Most Influential: 442nd+2
Largest Black Market: 1,219th Most Beautiful Environments: 2,301st
World Factbook Entry

Bem-vindo à Região Portugal!

Todos os portugueses, falantes da língua portuguesa e amigos são bem-vindos. Respeitem a comunidade, sem ofensas.

Qualquer dúvida ou questão, não hesites em perguntar à região ou ao Delegado.

Obrigado e bom jogo!

| Regulamento da Região | Mapa Regional | Jogo do Parlamento | Role Play do Reis das Cruzadas III | Ministério da Cultura | LinkDiscord Regional | Notícias Regionais |

Notícias Regionais

Jornal Tuga

Novas notícias, eventualmente! Visita este dispatch sempre que quiseres saber os últimos acontecimentos regionais!

Embassy

Requirement for embassies

If you want to establish a embassy with Portugal, visit this dispatch and talk with the Minister of Foreign Affairs.



Embassies: Parlamento, The Bar on the corner of every region, The Western Isles, Brasil, Union Mundial, ITALIA, Deutschland, Israel, The Glorious Nations of Iwaku, Philosophy 115, Equinox, Union of Free Nations, the Rejected Realms, The Embassy, Australia, Mediterranean, and 65 others.belgium, The Free Nations Region, The Peaceful Coffee Shop In Chicago, Scandinavia, The Order of the Grey Wardens, Forest, St Abbaddon, Nudist Dreamland, 10000 Islands, Groland, Novo Brasil, Greater Middle East, Novapax, Free Market Federation, The Coalition of Democratic Nations, Lardyland, Solid Kingdom, Segunda Guerra Mundial, The Labyrinth, Greece, Enadia, Elparia, Japan, Sunalaya, European Union, Union Hispanica, The Universal Order of Nations, The LCRUA, New West Indies, New World Union, Non Aligned Movement, Empire of Great Britain, The Slide Countries, Barbaria, India, Altmora, Florida, APSIA, Greater Ixnay, Yuno, Union of Allied States, One big Island, CPCPIlandia, Krillin, The Commonwealth Of Furry Peoples, Novus Lucidum, Invicta, Thalassia, Lasagna, Vermont, Region Name, Christmas, nasunia, RP da Eolina, The United Ascendancy, The Interdimensional Community, Melayu Archipelago, Force, Union of Lardy Nations, Council of Constructed Languages, Slavija, Philippines, Reis das Cruzadas, The south India, and Romania.

Tags: Democratic, Enormous, Featured, Founderless, Map, Neutral, Non-English, Offsite Chat, and Regional Government.

Regional Power: High

Portugal contains 163 nations, the 100th most in the world.

Today's World Census Report

The Most Average in Portugal

World Census staff took time out to pay tribute to those most overlooked of nations: the determinedly average.

As a region, Portugal is ranked 11,474th in the world for Most Average.

NationWA CategoryMotto
1.The Principality of AalfInoffensive Centrist Democracy Fascists“Cogito Ergo Sum”
2.The Constitutional Monarchy of ZaohetwaInoffensive Centrist Democracy Fascists“The blood-dimmed tide is loosed, and everywhere”
3.The Jingoistic States of Flow NeksInoffensive Centrist Democracy Fascists“The blood-dimmed tide is loosed, and everywhere”
4.The Community of Three Pretty KingsInoffensive Centrist Democracy Fascists“Go with you!”
5.The Holy Empire of DefendTheLandInoffensive Centrist Democracy Fascists“Defend. The. Land.”
6.The Emirate of SaunitInoffensive Centrist Democracy Fascists“The best lack all conviction”
7.The Colony of AotaasietInoffensive Centrist Democracy Fascists“Pride and Justice”
8.The Republic of Mage Named EsuweupInoffensive Centrist Democracy Fascists“The greatest victory is that which requires no battle.”
9.The People's Republic of MojetteInoffensive Centrist Democracy Fascists“Pride and Industry”
10.The Republic of ScianmuInoffensive Centrist Democracy Fascists“Cares”
1234. . .1617»

Regional Poll • Governos e Coligações

The Confederate States of Ofiussia wrote:Qual o governo que gostarias para Portugal?

Voting opened 2 days 17 hours ago and will close . Open to native residents. You cannot vote as you are not logged in.

Last poll: “Máscara: direito ou dever?”

Regional Happenings

More...

Portugal Regional Message Board

Gloristan wrote:Não necessariamente, as minhas capacidades de beber agua tornaram-se muito avançadas agora o meu corpo absorve a água ao invés de a beber, sou basicamente como uma planta.
O maior problema disso é que quando tentei dar um mergulho na praia fiquei imediatamente desidratado porque o corpo ingeriu muita água salgada mas de resto não tenho tido problemas

Bom homem, é mesmo assim. Vai continuando a informar a delegacia e a região sobre o teu progresso na área hídrica.

Não se esqueçam que o compasso regional da poia está activo e só ainda uma pessoa participou.

Totaristan foi arrastado pelos soldados até ao palácio da delegacia. Estava ensanguentado e com as roupas rasgadas, sabia bem o que queriam dele. Nem o recrutador da região estava a salvo dos tentáculos cruéis da Delegacia Nova.

Foi levado ao pontapé e à chapada pelos longos corredores cobertos de mármore, com detalhes pintados a ouro. Grandes quadros pintados a óleo dos feitos da Delegacia Nova engrandeciam o espaço. O Delegado Lusitanialand tinha feito umas apostas boas, a delegacia claramente estava cheia de dinheiro.

O chão ficou pingado com o sangue do Totaristan, que levou logo uma nova chapada "não sujes o chão meu malcriado, alguém tem que o limpar". A senhora das limpezas ia passando a esfregona mesmo atrás da pequena procissão que carregava Totaristan até à temida sala 101.

Amarrado a uma cadeira na sala 101, eis que Totaristan viu a porta abrir, e o Comissário entrou na sua forma real, mais criatura esotérica do que homem: https://media.discordapp.net/attachments/491305216050724865/737428496749428776/comissario.jpg

...
...

- Eu sou inocente Pedro! Não quebrei nenhuma regra, não quebrei a constituição!

- Eu sei

- Então porque est...

- Na Delegacia Nova a inocência não te absolve de culpa.

...

- O que queres de mim?

- Quem é o primeiro bot, o primeiro puppet? O criador do nosso universo digital.

- É o platinum bees.

- O Platinum Bees está morto.

- Não, ele vai regressar.

Peterandia começou a deslocar-se lentamente pela sala, em redor de Totaristan, falando na sua voz ameaçadora mas não humana.

- Não...eu sei, e tu sabes, que o primeiro bot, aquele que nos criou, tem a chave para a pass dele. E quem a descobrir...vai ser o próximo Plat Bees.

Totaristan estava aterrorizado, sabia que esse segredo era o último obstáculo para impedir a Delegacia Nova de ter poder absoluto.

- Não sei...não sei do que falas.

- Sabes sim, até fizeste concursos a aludir a tal. Pensas que nós não sabemos?

- Eram apenas um passatempo. Eu tenho direitos, eu sou um antigo delegado! Eu...

- Por favor Totar, não me obrigues a chamar o Herya. Ele não é tão...bondoso como eu sou.

- Pedro, eu sei quem é o Barlock, por favor, eu denuncio o Barlock, podes envia-lo para a prisão em PdE, por favor...

- Já tomámos conta dele. Sempre se soube quem ele é. Agora totar, quem é o primeiro bot, e em que região ele está?

*silêncio*

- Seja. Respeito a tua dignidade e dedicação às tuas convicções mesmo neste momento.

- Vais torturar e matar-me? É isso? Não me assustas!

- Não Totar, não. O que o Herya te vai fazer vai-te fazer implorar pela simples tortura. Mas nunca te iremos matar, precisamos de ti, és uma peça vital para esta região. Não meu amigo, iremos fazer de ti um fiel crente na Delegacia Nova, vais acreditar, vais amar as bandeiras, vais conhecer as canções, vais recrutar em nosso nome contas de esquerda apenas para as podermos achincalhar.

- Nunca!

- É inevitável, o teu destino está escrito. Quando nos voltarmos a ver...Platinum Bees vai ser nosso, e a Delegacia Nova suprema, e vais aplaudir...como nunca sonhaste que irias aplaudir.

Peterandia estalou os dedos, e entrou Herya vestido como uma dominatrix e com um chicote numa mão e um par de headphones na outra. Ninguém sabia porque ele tinha escolhido aquele traje. Colocou os headphones na cabeça de Totaristan enquanto Peterandia saia da sala.

- Não, por favor não.

- É pelo bem de todos nós.

Herya carrega no botão play.

DES.PA.CITO! ouviu-se nos headphones.

Totaristan gritou como nunca mas, no sinistro palácio da delegacia, ninguém ouviu.

Post self-deleted by Blasiu.

Peterandia wrote:Uma enorme parede de texto

Está muito bem feito pá.

Mas, esta história é para quê?

Peterandia wrote:

O delegado informa Portugal de que tomou conhecimento de queixas anónimas relativamente às mais altas esferas do poder da delegacia.

Estas são suspeitas dos seguintes crimes: corrupção ativa e passiva no setor público, falsificação de documentos, infidelidade, manipulação do mercado de apostas desportivas, branqueamento de capitais, associação criminosa em forma de troika do totalitarismo, burla qualificada contra direitos patrimoniais de pessoas singulares e coletivas, marxismo cultural, ideologia de género e tortura musical.

Todas as graves suspeitas, principalmente as últimas, serão devidamente analisadas pelos melhores especialistas. Foi criada uma comissão para investigar o assunto e as provas foram postas em local seguro.

https://www.youtube.com/watch?v=FRP0MBNoieY

Os meus parabéns ao Lusitanialand por ter chegado aos 100 dias como delegado da região.

Viva o Delegado Lusitanialand!

Peterandia wrote:Totaristan foi arrastado pelos soldados até ao palácio da delegacia. Estava ensanguentado e com as roupas rasgadas, sabia bem o que queriam dele. Nem o recrutador da região estava a salvo dos tentáculos cruéis da Delegacia Nova.

Foi levado ao pontapé e à chapada pelos longos corredores cobertos de mármore, com detalhes pintados a ouro. Grandes quadros pintados a óleo dos feitos da Delegacia Nova engrandeciam o espaço. O Delegado Lusitanialand tinha feito umas apostas boas, a delegacia claramente estava cheia de dinheiro.

O chão ficou pingado com o sangue do Totaristan, que levou logo uma nova chapada "não sujes o chão meu malcriado, alguém tem que o limpar". A senhora das limpezas ia passando a esfregona mesmo atrás da pequena procissão que carregava Totaristan até à temida sala 101.

Amarrado a uma cadeira na sala 101, eis que Totaristan viu a porta abrir, e o Comissário entrou na sua forma real, mais criatura esotérica do que homem: https://media.discordapp.net/attachments/491305216050724865/737428496749428776/comissario.jpg

...
...

- Eu sou inocente Pedro! Não quebrei nenhuma regra, não quebrei a constituição!

- Eu sei

- Então porque est...

- Na Delegacia Nova a inocência não te absolve de culpa.

...

- O que queres de mim?

- Quem é o primeiro bot, o primeiro puppet? O criador do nosso universo digital.

- É o platinum bees.

- O Platinum Bees está morto.

- Não, ele vai regressar.

Peterandia começou a deslocar-se lentamente pela sala, em redor de Totaristan, falando na sua voz ameaçadora mas não humana.

- Não...eu sei, e tu sabes, que o primeiro bot, aquele que nos criou, tem a chave para a pass dele. E quem a descobrir...vai ser o próximo Plat Bees.

Totaristan estava aterrorizado, sabia que esse segredo era o último obstáculo para impedir a Delegacia Nova de ter poder absoluto.

- Não sei...não sei do que falas.

- Sabes sim, até fizeste concursos a aludir a tal. Pensas que nós não sabemos?

- Eram apenas um passatempo. Eu tenho direitos, eu sou um antigo delegado! Eu...

- Por favor Totar, não me obrigues a chamar o Herya. Ele não é tão...bondoso como eu sou.

- Pedro, eu sei quem é o Barlock, por favor, eu denuncio o Barlock, podes envia-lo para a prisão em PdE, por favor...

- Já tomámos conta dele. Sempre se soube quem ele é. Agora totar, quem é o primeiro bot, e em que região ele está?

*silêncio*

- Seja. Respeito a tua dignidade e dedicação às tuas convicções mesmo neste momento.

- Vais torturar e matar-me? É isso? Não me assustas!

- Não Totar, não. O que o Herya te vai fazer vai-te fazer implorar pela simples tortura. Mas nunca te iremos matar, precisamos de ti, és uma peça vital para esta região. Não meu amigo, iremos fazer de ti um fiel crente na Delegacia Nova, vais acreditar, vais amar as bandeiras, vais conhecer as canções, vais recrutar em nosso nome contas de esquerda apenas para as podermos achincalhar.

- Nunca!

- É inevitável, o teu destino está escrito. Quando nos voltarmos a ver...Platinum Bees vai ser nosso, e a Delegacia Nova suprema, e vais aplaudir...como nunca sonhaste que irias aplaudir.

Peterandia estalou os dedos, e entrou Herya vestido como uma dominatrix e com um chicote numa mão e um par de headphones na outra. Ninguém sabia porque ele tinha escolhido aquele traje. Colocou os headphones na cabeça de Totaristan enquanto Peterandia saia da sala.

- Não, por favor não.

- É pelo bem de todos nós.

Herya carrega no botão play.

DES.PA.CITO! ouviu-se nos headphones.

Totaristan gritou como nunca mas, no sinistro palácio da delegacia, ninguém ouviu.

Depois eu é que fui um mau Delegado...

Portugal Brasil and the Algarves wrote:Os meus parabéns ao Lusitanialand por ter chegado aos 100 dias como delegado da região.

Viva o Delegado Lusitanialand!

Passa a escova

Totaristan abriu lentamente os olhos. Um pó fino enegrecia a atmosfera da cave húmida onde se encontrava.

Nas últimas horas, Herya, através dos sofisticados mecanismos de Tortura desenvolvidos no Ministério da Cultura, conseguira destruir toda a réstia de heterodoxia em Totar. As últimas memórias do seu passado atravasseram-lhe a memória de rompante, enquanto via em câmara lenta Herya espetar-lhe no peito um ferrão platinado.

Lembrava-se de como dois anos antes era o líder da infame coligação regional-socialista. Conseguira vencer as eleições através das suas promessas vãs e populistas, carregadas de demagogia e ódio pelos puppets. O diretor de propaganda do Partido, Alentejo and Algarve, proclamara num discurso de gestos dramáticos as seguintes palavras proféticas:

Alentejo and Algarve wrote:A região do seguinte semestre será quase irreconhecível com tantas mudanças e alterações às suas estruturas interna e externa.

Eis aqui o objetivo omnipresente em todas as decisões do Partido: a destruição da identidade plural da região e a unificação de todas as correntes ideológicas, numa pasta cinzenta do politicamente correto. Nos últimos anos, desde que a região é controlada por regimes alternantes do Partido, todos os que demonstrem o mínimo desvio da ortodoxia desejada são perseguidos pela Polícia de Controlo Interno e apelidados de trolls pela população endoutrinada.

--------------------

Totar olhou para o lado e viu outro corpo deitado numa maca junto da sua. Era Apartamento, colega de infância e camarada nos tempos antigos da Revolução.

Juntos, tinham construído os alicerces da ditadura invisível do Partido. O esquema das eleições foi montado e, com Totar a contar os votos, Apartamento teve uma vitória esmagadora, contra todas as previsões. Em troca, o novo Delegado concedeu a Totar a tarefa de escrever uma nova Constituição, aquela que ficaria para a posterioridade como o pedaço de legislação mais cruel e tirânico da história.

Com o regime já implantado e assente, os dois companheiros perceberam que era necessário manter a polarização na região, de forma a manter a ordem. Um escândalo foi montado e as manchetes dos jornais anunciaram a demissão de Totar.

Assim se formaram os dois primeiros ramos do Partido. Socialistas declararam guerra aos liberais. Socialistas e liberais sempre tinham estado em guerra.

Nas eleições seguintes, uma nova figura política faria a sua entrada no Partido. Lusitanialand, ex-oficial da época do Taprobanismo e campeão dos conservadores, encontrou-se pela noite no Cemitério de Vimieiro com os dois camaradas para a criação do Manifesto do Regional-Socialismo.

Após esse momento, a região permaneceu nas garras do Partido. Conflitos foram criados e esquecidos consoante a necessidade do momento; propostas de campanha foram invariavelmente adiadas para o próximo semestre; emendas e contra-emendas à Constituição foram adicionadas periodicamente para dar a ideia de evolução, mas sem nunca mudar algo que comprometesse os princípios do Partido; pensadores independentes foram sistematicamente eliminados, ora pela censura, ora pela desertificação provocada pela dependência excessiva em escrita importada de puppets.

Ao longo desse tempo todo, Totaristan, Lusitanialand e Apartamento e os seus associados controlaram a região, independentemente do vencedor na eleição. Com o desaparecimento dos irmãos Da Lusofonia e Meridaria, a formatação estava completa.

No entanto, o ramo conservador do Partido tinha ficado demasiado ambicioso. Totar e Apartamento sabiam que Lusito não era de confiar, e, por isso, só uns meses antes tinham aceite com muita relutância que desta vez fosse ele o líder de jure da região. Tal como temiam, o poder subira-lhe à cabeça e a sua ambição desmedida ameaçava a estabilidade da região.

Mal sabia ele que uma resistência estava a ser montada pelos exilados, e a sua vingança estava para breve

Blasiu passou a tarde inteira deitado na cama com o coração apertado ao lembrar do malvado comissário Peterandia sorrindo através da teletela e lançando um rápido olhar curioso para o lado, sacudindo a cabeça para o seu amo, em sinal de reverência, como se cumprisse ordens de algum superior o qual não se poderia ver, tocar ou sentir.

De repente, o funcionário da Nova Delegacia voltou novamente seus olhos enegrecidos por refletir um teleprompter para a câmera. O discurso decorado, autoritário e os movimentos robóticos fizeram cavaleiro da esperança temer por sua liberdade e a de seu povo. Não prevalecerão!

O relógio marcou exatamente 18:00 horas quando o sino impressionantemente alto de uma Igreja localizada a quilômetros tocou convocando todos os cidadãos para a missa e fazendo com que Blasiu abandonasse os seus pensamentos sobre o futuro e concentrasse na realidade imediata.

O estouro inesperado da porta de ferro do castelo, bem mais próximo do que qualquer outro ruído, revelou a identidade do comissário de extrema-direita, que entrou feito um selvagem no recinto, com chutes na maçaneta e microagressões ao novo prisioneiro Meridaria. Este, por sua vez, mostrou em seu rosto, com profundo desprezo, que preferia ser agredido fisicamente pelo comissário malvado e seus capangas a ser torturado psicologicamente com os FACTOS de Da Lusofonia ou com sarcasmo de Blasiu.

Acuado naquele ambiente frio, cinzento e essencialmente hostil, Meridaria sentiu na pele um autêntico processo de depuração e o terror do darwinismo social levado às últimas consequências. Correu desesperadamente por entre os corredores do castelo de todas as formas de opressão presentes e encontrou, por acidente ou predestinação, um búnquer.

Desesperado, abriu para buscar refúgio ou consolo, mas encontrou, na verdade, a luz. Seus batimentos aumentaram, seus olhos brilharam. Enfim, gente de esquerda...

Continua...

Forum View

Advertisement